1º PRINCÍPIO RAÍZES CULTURAIS

Os problemas da família têm raízes na estruturação atual da sociedade. Os desafios que enfrentamos estão enraizados em nossa atual sociedade. O mundo mudou; tecnologia em excesso, uso das redes sociais exageradamente, consumismo, drogas, violência, e se não bastasse, agora é importante também “aparentar” ser….

Espiritualidade x Desigualdade x Disciplina

O desabafo emocionado de uma mãe. Ela é um exemplo de determinação, de luta, está vencendo, já concluiu os estudos. Eu, filha de um trabalhador rural negro e de uma lavadeira branca, nasci negra, pobre e nordestina, a mais nova de uma família de 7…

11º Princípio do Amor-Exigente – Exigência na Disciplina

DISCIPLINA – todas as pessoas que possuem metas bem definidas, a disciplina pode fazer uma significativa diferença em todas as áreas de nossas vidas. DISCIPLINA – é um valor que facilita a cada pessoa o cumprimento de suas obrigações. DISCIPLINA – nos possibilita atuar na…

10º PRINCÍPIO – COOPERAÇÃO – “Eu e o Outro”

“A essência da família repousa na “cooperação”, não só na convivência” O que é cooperação?  Cooperação é a união de pessoas em volta de um trabalho para o bem de todos”. Vimos no mês 9 o Princípio Grupo de Apoio e desde o 1º Princípio…

Comportamentos do Pais afeta os filhos

6º Princípio do Amor-Exigente – Comportamento

Chegamos na metade do ano, ou seja, é hora de revermos os principais pontos sobre o 6º Princípio Básico do Amor-Exigente. “O comportamento dos pais afeta os filhos. O comportamento dos filhos afeta os pais”. O que forma nossos filhos não é o que dizemos,…

Imagem de Лечение Наркомании por Pixabay

Existe limite para o uso de Drogas?

Quando se fala na doença da adicção ativa, muitos dependentes químicos que já passaram pelo chamado “luto da retirada das drogas” e vivem em recuperação reconhecem que, para eles, não havia limite no consumo e para quem vive ainda os dias de uso aparentemente está…

5º Princípio do Amor-Exigente – CULPA

Enfocando “O Indivíduo – O Outro” 1) Não existe “PERSONALIDADE TÍPICA” que determine se o indivíduo será um dependente químico ou não. Nin-guém nasce “marcado” para ser ou não ser. 2) O Dep. Químico não precisava ter optado pela “droga” como única opção para vencer…