Nota de Repúdio sobre a Música “Verdinha”

O presidente da FEAE (Federação de Amor-Exigente), Miguel Tortorelli, emitiu nota de repúdio no último dia 3 de janeiro contra a música “Verdinha”, da cantora carioca Ludmilla, em parceria com os produtores Major Lazer e Topo La Maskara; além do Programa Encontro com Fatima Bernardes e a Rede Globo de Televisão, que também veiculou a musica no Altas Horas, apresentado por Serginho Groisman. “Fátima autorizou a apresentação da música ao vivo e ao final sorriu e aplaudiu conforme registra o vídeo no site da Globo”. “E o grave, mostram os estudos, é que pessoas famosas exercem influência na sociedade e principalmente na formação de crianças e adolescentes, parte do público de Fatima e Serginho Groisman”, diz a nota da FEAE, que representa cerca de cem mil famílias de dependentes químicos no país. A entidade acolhe, orienta e atende gratuitamente essas famílias.

Na letra de “Verdinha”, a funkeira carioca “endeusa” a cannabis e minimiza as consequências de seu uso, assim como outras dezenas de artistas de renome nacional. “Fiquei loucona, chapadona, só com a marola da ruhana”, diz um dos versos da canção.

A FEAE reconhece a alusão à maconha com a cantora e o elenco do vídeo clipe fumando. “Como Federação de Amor-Exigente perguntamos aos integrantes da Marcha da Família contra as Drogas qual vai ser a resposta a tais fatos, eles sugeriram também questionar a TV Globo por que permitiu a apresentação da cantora e da música que estão sendo denunciadas ao Ministério Público por apologia à maconha e com essa apresentação definida pelo Ministro da Cidadania, Osmar Terra, como “duplo crime”.

A maconha continua proibida porque causa dependência física e psicológica, prejudica a memória, torna difícil pensar, resolver problemas, e ainda pode causar depressão, quadros bipolares, entre outros comorbidades”, alerta a nota da FEAE. “Nós da FEAE vamos cobrar de Ludmilla, da TV Globo e de Fátima Bernardes respeito as famílias brasileiras que possuem dependentes químicos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.